Os jovens encontram-se cada vez mais desmotivados para a vida académica, mas há uma luz ao fundo do túnel para quem procura inspirar-se.

Nos dias de hoje, a informação flui a uma velocidade estonteante, mas a procura por novas atrações tem se tornado cada vez mais incessante. Por momentos, pensamos que estagnamos e que só algo inovador poderá nos fazer levantar e preparar um novo plano.

Como qualquer plano, tem que se começar pelo ponto de partida e é aí que entra o Gap Year Summit. No entanto, surge a questão: o que é o Gap Year Summit? Podia-se falar num evento de viagem, mas vai muito além disso. Este evento, organizado pela Gap Year Portugal, representa o início de um novo capítulo, repleto de desafios e experiencias para quem quer realmente descobrir o que o mundo tem para lhe dar.

O Gap Year Summit pretende reunir todos, quer sejam jovens ou adultos, viajantes ou aspirantes. Os ingredientes principais serão a curiosidade e a inspiração e, nesses aspetos, todos terão a oportunidade de serem surpreendidos.

Se forem a este evento, não tenham tabus. Venham com a mente o mais aberta possível, preparem-se para se arrepiarem com o que vão ouvir e não tenham medo de enfrentarem o que possam temer. O Gap Year Summit representa o começo de uma jornada e para serem bem sucedidos, têm de estar dispostos a receber o mundo de braços abertos.

Durante os dias 30 e 31 de março, na Reitoria da Universidade de Coimbra, as pessoas poderão contar com testemunhos únicos de quem teve a coragem de dar o próximo passo e seguir nesta aventura, que é o gap year. Haverão também workshops, destinados a responder a todas as dúvidas que possam existir, relacionadas com as medidas a serem tomadas em determinadas situações e debates, que terão como maior propósito a discussão de temas atuais, relevantes e relacionados com todas as questões tratadas neste evento.

Os bilhetes já estão à venda no site da Gap Year Portugal, www.gapyear.pt

 

SABE TUDO SOBRE ERASMUS NO NOSSO BLOG!

 

 

Este artigo foi escrito em parceria com o Jornal Pontivírgula.
Redator: Associação Gap Year Portugal