No dia 24 de janeiro, o Conselho de Ministros aprovou o Estatuto do Estudante-Atleta nacional, uma reivindicação antiga da Federação Académica do Desporto Universitário. Este estatuto do estudante-atleta vai dar oportunidade a inúmeros estudantes do Ensino Superior de fazer a prática de desporto.

 

Para a Federação Académica do Desporto Universitário (FADU), a promulgação deste diploma “produzirá um impacto direto na vida dos estudantes- atletas nacionais”, permitindo aumentar os índices de prática desportiva na população mais jovem, sendo assim “uma reforma muito positiva para o desporto português”.

 

Entre as principais medidas conquistadas com este diploma estão: a relevação de faltas, o acesso a épocas especiais de exames, o adiamento da entrega e apresentação de trabalhos, assim como da realização de momentos de avaliação que coincidam com competições desportivas e a admissão à escolha de turmas e horários mais adequados à conciliação com a atividade desportiva.

 

As medidas previstas no diploma começam a ser aplicadas por todas as Instituições de Ensino Superior a nível nacional já a partir do ano letivo de 2019/2020.

 

Assim, se és estudante universitário e atleta vais já poder praticar como quiseres o teu desporto favorito sem teres medo de consequências para o teu curso! Vai ser finalmente possível conciliar as duas coisas! Estuda bem as vantagens deste acordo, e não te esqueças de pedir mais informações a partir do próximo ano junto da tua universidade!

 

Clica aqui para saberes mais sobre como facilitar (e muito!) a tua vida de estudante!